Por que o cabelo começa a cair?

cabelo

As causas para o início da queda.

Quando as pessoas percebem que tem queda de cabelo muitas dúvidas surgem: por que isso está acontecendo comigo? Será que vou perder todos os cabelos? Que médico devo procurar?

Seu médico poderá auxiliar no diagnóstico e tratamento de causas mais gerais, mas poderá encaminhar ao dermatologista, cuja área de conhecimento se concentra no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças e afecções relacionadas à pele, pelos, mucosas, cabelo e unhas.

Segundo a dermatologista Dra. Leila Bloch, a queda faz parte do ciclo de vida do cabelo, ocorrendo de forma natural após a fase Telógena (de repouso), quando o crescimento do fio é interrompido.

O fio fica no estágio de repouso por três meses, em média, e então cai. Uma perda de fios diária é considerada normal, pois todos os dias perdemos cerca de 100 fios de cabelo.

Mas quando se percebe que esta queda está consideravelmente alta, é necessário buscar ajuda médica, disse a especialista.

Primeiros sinais

“Não é nada difícil perceber quando os cabelos começam a cair e dá para notar sinais também de quando a situação começa a ficar mais grave. É impossível contar os fios que caem, mas a constante presença de cabelos no travesseiro, na escova ou no chão do banheiro são um sinal de alerta. Quando o couro cabeludo fica visível com a redução de fios também é um bom motivo para procurar um especialista”, explica a Dra. Leila.

Para ficar mais por dentro do assunto assista o vídeo.

Terror também para as mulheres

A queda assusta tanto os homens quanto as mulheres. Apesar da calvície (chamada de alopecia androgenética) ser mais rara nelas, quando ocorre, geralmente, é mais traumático.

Há um grande abalo na autoestima porque o cabelo tem significados simbólico e é considerado parte da beleza da mulher.

Embora não seja tão divulgada, a queda de cabelos feminina é um problema comum e cerca de 20 a 60% das mulheres antes dos 60 anos já têm algum grau de queda.

As causas são diversas, desde a genética, mudanças hormonais, ação de substâncias, estresse, falta de vitaminas, até anemia, hipotireoidismo e outras doenças.

A queda de cabelo das mulheres pode ser diferente da queda dos homens, mas fique atenta aos sinais de fios que começam a se acumular no ralo da pia, no chuveiro, na escova, nas roupas e no travesseiro.

Quando caem “tufos” ou há um afinamento notório, procure um dermatologista.

É importante saber que há tratamento para alguns tipos de queda de cabelo, tanto para homens quanto para mulheres, sendo que para elas pode haver tratamentos diferenciais.

A ingestão adequada de nutrientes, como as vitaminas, é indicada para manter os cabelos saudáveis.

Para saber mais sobre queda de cabelos, leia esta matéria.

Quer se aprofundar no assunto? Então baixe grátis aqui o infográfico com números e estatísticas curiosas sobre cabelos e se torne um expert.

Importante: Este produto não substitui uma alimentação equilibrada e seu consumo deve ser orientado por nutricionista ou médico. Crianças, gestantes, idosos e portadores de qualquer enfermidade devem consultar o médico ou nutricionista. Consumir este produto conforme recomendação de ingestão diária constante na embalagem.

Produto dispensado de Registro conforme RDC Nº 27/2010.

Não contém glúten.

Este produto não é um medicamento.
Não exceder a recomendação diária de consumo indicada na embalagem.
Mantenha fora do alcance de crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *