Simbologia e significados dos cabelos

significados dos cabelos

A importância dos cabelos aparece em diversas culturas

Você já deve ter se perguntado por que o cabelo é considerado tão especial. A resposta vem de longe, desde as civilizações antigas.

O cabelo sempre esteve presente na imaginação das pessoas, na mitologia, na religião, na arte e na expressão pessoal. Nas diversas culturas de diferentes cantos do mundo, o significado de cortes, penteados e mudanças está relacionado com a própria identidade pessoal ou dos grupos que o indivíduo faz parte.

Cabelos como virtudes e poderes

Deuses e deusas, heróis e vários personagens de mitologias espalhadas pelo mundo inteiro, como os clássicos gregos, romanos e egípcios, têm muitas histórias relacionadas aos cabelos.

Vênus, a deusa do amor e da beleza, tinha os cabelos longos e fartos. Assim como a Psique, que fez Eros (cupido) se apaixonar por ela, e também Pandora, a primeira mulher da terra, moldada por Hefesto, o deus do fogo, à imagem e semelhança das deusas imortais.

Era muito comum que personagens mitológicos femininos tivessem suas madeixas admiradas e desejadas por deusas, ninfas e outras mulheres, o que resultava em belos mitos.

Cabelos como fio condutor das histórias

Muitas vezes, os cabelos foram a causa ou consequência dos acontecimentos na mitologia.

O cabelo de Medusa foi um exemplo disso. Ela era mortal e a mais bela de suas irmãs, o que provocou a ira de Atena, e a transformou num monstro: podia petrificar aquele que olhasse diretamente nos seus olhos. Afrodite, que também invejava a cabeleira de Medusa, piorou o castigo e transformou seus fios em cobras.

Sansão foi escolhido para governar Israel e tinha o dom da força. Desde o nascimento, seus pais fizeram votos a Deus de não cortar o cabelo para que ele mantivesse sua força. Mas seus inimigos, com a ajuda de Dalila, sua esposa que descobriu o segredo, conseguiram cortar as tranças de Sansão. Ele foi preso, teve seus olhos furados e foi maltratado, mas em pouco tempo os cabelos voltaram a crescer enquanto ele se arrependia e orava. Resultado: sua força voltou.

Cortes e penteados são símbolos de identidade

Também os cortes e penteados sempre foram sinais da personalidade, da função social ou espiritual, individual ou coletiva.

Se você associa cabelos compridos à juventude não está sozinho. A idade da virilidade em algumas culturas é aquela quando se deixa os cabelos crescerem. Mas não cortar o cabelo pode se dar por diversos motivos, como gosto, voto pessoal ou em consequência de fatores externos (por exemplo, guerras ou viagens).

Tanto na participação em danças rituais antigas pelos taoistas quanto no estilo beatniks ou de feiticeiros e aspirantes às sociedades secretas, os cabelos soltos e desgrenhados significaram renúncia às limitações e às convenções da vida comum e da ordem social.

Já o ato de cortar o cabelo podia corresponder tanto a um sacrifício quanto a uma rendição, voluntária ou imposta. Era assim para religiosos que renunciavam à personalidade. Em praticamente toda parte do mundo, a entrada na vida monástica leva ao corte de cabelo. Também era assim para os prisioneiros (como significado de perda de identidade) ou no escalpo dos índios da América.

Alguns penteados foram instrumento de dominação coletiva, como o uso da trança larga que os invasores mandchus impuseram aos chineses.

Na prática cristã, assim como de outras culturas, eremitas deixavam crescer cabelos e pelos do rosto. Aqueles que entravam em uma ordem religiosa eram tonsurados (corte de cabelo redondo, no topo da cabeça), em sinal de penitência.

O primeiro corte de cabelo de um príncipe Inca ocorria no momento em que ele era desmamado aos 2 anos e ganhava um nome. O futuro rei tornava-se então uma pessoa.

Os cabelos são frequentemente associados a um poder vital ou até à alma. Por isso, os cuidados podem representar amor e confiança.

Muitos desses símbolos antigos podem ser aplicados ainda hoje porque são arquetípicos.

Significado do cabelo nos dias de hoje

O cabelos têm papel protagonista na mudança de vida das pessoas, independente do gênero.

É muito comum, por exemplo, que ao terminar um relacionamento, a pessoa resolva fazer uma grande mudança no penteado, seja na cor ou no tamanho. Com a transformação, está de certa forma dizendo ao mundo e para si que está pronta para uma nova fase da vida.

Vale para rompimentos, vale para conquistas.

A entrada na faculdade também vem com esses símbolos, como o corte raspado para homens e mudança mais radical de estilo para mulheres.

Já na adolescência, os cortes incomuns dão o recado: quero contestar.

A guinada profissional, muitas vezes, vem com um corte novo. A ideia é mostrar um visual repaginado para expressar os próximos passos na carreira.

Qualquer que seja a mensagem passada pelo novo visual, tem uma que não muda: cabelos fortes, brilhantes e saudáveis são importantes para a autoestima.

Cuide da saúde de seus cabelos de dentro pra fora

A biotina, assim como outras vitaminas e minerais, é fundamental para ajudar a fortalecer os cabelos, participando na manutenção do ciclo natural dos fios1,2. Baixe grátis seu material sobre vitaminas aqui.

Conheça Tacitá®. Com apenas um comprimido ao dia3, os cabelos e unhas também obtêm micronutrientes essenciais para o crescimento saudável1. São 15 vitaminas e minerais incluindo a biotina, em sua composição, auxiliando a nutrir a beleza natural, de ponta a ponta

Fontes:

  1. Finner AM. Nutrition and hair: deficiencies and supplements. Dermatol Clin. 2013;31(1):167-72.
  2. Goluch-Koniuszy ZS. Nutrition of women with hair loss problem during the period of menopause. Prz Menopauzalny. 2016;15(1):56-61.
  3. Tacitá. Informações de embalagem.
  4. Iorizzo M, Pazzaglia M, Piraccini BM, Tullo S, Tosti A. Brittle nails. J Cosmet Dermatol. 2004;3(3):138-44.

Saiba mais sobre Tacitá® aqui:

Importante: este produto não substitui uma alimentação equilibrada e seu consumo deve ser orientado por nutricionista ou médico. Crianças, gestantes, idosos e portadores de qualquer enfermidade devem consultar o médico ou nutricionista. Consumir este produto conforme recomendação de ingestão diária constante na embalagem.Produto dispensado de Registro conforme RDC Nº 27/2010.

Não contém glúten.

Este produto não é um medicamento.
Não exceder a recomendação diária de consumo indicada na embalagem.
Mantenha fora do alcance de crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *